domingo, 19 de maio de 2013

POESIA

EITA POVO SEM NOÇÃO!
(Ellen Oliveira)

Povo sem noção
Mas queria uma nação
Trabalhar não queria
Pra isso, escravos tinha

Achava-se uma melhor raça
Que aqueles que viviam na senzala
Dizia-se superior
Mas não aguentava nem o suor

Só não os deixava ficar doente
Pois era o negro que pegava no batente
Vendia-os como mercadoria
Amor ao próximo não existia

Só viva em busca do ouro
Comia do trabalho do outro
Vivia da escravidão
Mas queria uma nação

Eita povo sem noção!

(Ellen Oliveira, Eita povo sem noção. In. Não ao Racismo. Poesias que gritam, vol1. -col.-)
http://www.bookess.com/read/16502-nao-ao-racismo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.

Blogs que Colaboro