quinta-feira, 14 de maio de 2015

VOU-ME EMBORA PRA PASÁRGADA, de Ellen Oliveira

VOU-ME EMBORA PRA PASÁRGADA


Vou-me embora pra pasárgada
Lá eu serei querida
Que vale ficar?
Se a ida
É a única saída
Para as lembranças apagar

Vou-me embora pra pasárgada
Vou-me embora...
Vou mesmo...
Vou-me embora!
Não quero mais ficar

Onde não sou querida.

(Ellen Oliveira. In. Poesias Nuas)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.

Blogs que Colaboro