domingo, 21 de junho de 2015

SESSÃO "MINHA POESIA": Condenada, de Ellen Oliveira

Comecei a escrever um novo livro, intitulado a princípio "Mágoas de um amor". Terei forças para continuar? Isso só o tempo dirá... 

Compartilho com vocês um dos meus poemas desse livro: 


Condenada

O tempo passou
A ficha caiu
Um mítico amor
Tornou-se sombrio

A lembrança acende
A brasa da dor
Que já fora fogueira
De um grande amor

Brinquei com fogo
E me queimei
Querendo ser amada
Me condenei

Hó, céus! Ó vida!
Condenada, estou,
A pagar pelo crime
De ter dado amor

(Ellen Oliveira. In. Mágoas de um amor)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.

Blogs que Colaboro