segunda-feira, 22 de junho de 2015

SESSÃO "POESIA DO DIA", 22-06-2015

Bom dia Leitores! 
Hoje compartilho com vocês uma das minhas poesias preferidas do poeta Olavo Bilac, "Ouvir Estrelas", do livro "Via Láctea"!

OUVIR ESTRELAS

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via-láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."

(Olavo Bilac, Poesias, Via-Láctea, 1888.)

Fonte da poesia: http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=443&sid=184



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.

Blogs que Colaboro