segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Uma homenagem do “Café Poético Sergipano” a Domingos Pascoal:

Uma homenagem do “Café Poético Sergipano” a Domingos Pascoal



No dia 01 de agosto de 2015, último sábado, aconteceu na TV Aperipê mais uma Edição do Café Poético Sergipano. Diferente dos outros encontros, que acontecia na Livraria Escariz e que geralmente costuma reunir poetas sergipanos interessados no fazer poético e na difusão da cultura local, neste último encontro os contemporâneos e conterrâneos sergipanos dedicaram-se homenagear aquele que muito tem feito pelas letras de nosso Estado, o imortal Domingos Pascoal.




Domingos Pascoal nasceu no dia 23 de abril de 1950, em Groaíras – Ceará, e é o terceiro filho de Sebastião Ximenes Melo e Lídia Ximenes de Melo, e irmão de mais onze filhos do casal. É graduado em Filosofia e Ciências Jurídicas, e pós-graduado em Gestão Estratégica de Pessoas. Atua como advogado, jornalista, palestrante e escritor. É membro efetivo das Academias: Sergipana de Letras (onde ocupa a cadeira nº 17), Tobiense de Letras e Artes e Estanciana de Letras. É articulista do Portal Infonet e da Revista Perfil.[i]  É escritor e em 2008, lançou o livro "Experimente Mudar", que obteve boa receptividade entre os leitores e crítica Também é autor de "A Janela Azul" e "A Mudança Começa em Você".

A palavra que resume a dedicação e trajetória de Pascoal é “motivação”, pois desde que pisou em solo sergipano não tem medido esforços para apoiar e estimular aqueles que sonham e fazem a cultura local. Organizador antologias literárias para difundir a produção de escritores da terra, como as seletas do 1º e 2º Encontro Sergipano de Escritores e, mais recentemente, a I Antologia Loja Maçônica Cotinguiba de Conto, Crônica e Poesia, que objetivou para estimular a produção literária e revelar novos talentos.  E não para por aqui:

Pascoal é sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, da Associação Cearense de Escritores, da Associação Cearense de Jornalistas do Interior, da Associação Sergipana de Imprensa, sócio honorário da Academia Arapiraquense de Letras e Artes, diretor cultural da Sociedade Amigos da Marinha e ocupa também a cadeira de número 11 do Movimento de Apoio Cultural da Academia Sergipana de Letras, da qual tornou-se membro efetivo, sucedendo o escritor e poeta Mário Cabral na cadeira de nº. 17. Partidário das ideias de expansão de Luiz Antônio Barreto, Pascoal iniciou o processo de criação das academias de letras no interior de Sergipe, tornando-se seu grande incentivador e articulador. Graças ao seu incansável trabalho, Sergipe conta, em janeiro de 2015, com academias de letras em Itabaiana, Lagarto, Tobias Barreto, Laranjeiras, Nossa Senhora das Dores, a academia regional do amplo sertão sergipano e a pioneira delas, a AGL.[ii]

Diante de sua enorme contribuição para a literatura e cultura sergipana, a singela homenagem foi mais que merecida. Confira abaixo os registros fotográficos do momento:








































[i] Fonte: portal da Infonet: http://www.infonet.com.br/domingospascoal/ . Ultimo acesso em: 08-2015.
[ii] Fonte: site da Academia Gloriense de Letras: http://www.academiagloriensedeletras.org/products/domingos-pascoal-de-melo/ . Último acesso em 08-2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.

Blogs que Colaboro